Notícias, Sobre o XV de Piracicaba

Federação Paulista define a volta da Série A2

Foi realizado na manhã desta terça-feira, 14 de julho a reunião em videoconferência, no qual reuniu os representantes dos 16 clubes da A2 do Campeonato Paulista, para a definição do retorno do estadual, no qual foi aprovado o protocolo de Readaptação Física e de Retomada Gradual dos Treinamentos.

Os clubes solicitaram que o Protocolo de Readaptação Física seja enviado ao Centro de Contingência do Coronavírus, do Governo do Estado, para que sejam autorizados os testes de Covid-19, exames médicos, testes clínicos, físicos e fisiológicos a partir do dia 20 de julho. Após a aprovação, também será encaminhado o Protocolo de Retomada Gradual dos Treinamentos, solicitando autorização para retorno dos treinos no dia 27 de julho.

Em sequência, será enviado ao Centro de Contingência do Coronavírus o Protocolo de Operação de jogo. Por maioria, os clubes sugeriram que a competição seja retomada no dia 19 de agosto. A data de reinício dependerá de autorização do Governo do Estado.

Os testes de Covid-19 a serem realizados antes do reinício dos treinos e da competição serão custeados pela FPF para todas as delegações dos clubes, limitadas a 38 pessoas por agremiação. Os exames de controle de dopagem dos jogos restantes da competição também serão pagos pela FPF. A entidade também irá custear o transporte e hospedagem dos clubes mandantes que não puderem atuar em suas sedes, se assim for solicitado pelas agremiações.

O Regulamento Específico da Competição será mantido. Diante da paralisação do Campeonato por mais de três meses, se faz necessária apenas uma adequação nas datas de partidas, além de registro e inscrição de atletas. Quando houver definição sobre o retorno da competição, as novas datas serão divulgadas. Não serão cobradas dos clubes as taxas de inscrições dos novos atletas inscritos.

Por unanimidade, os clubes solicitaram ao Departamento de Competicões da FPF a substituição de cinco jogadores por clube a cada jogo e a possibilidade de cada clube ter 11 atletas no banco de reservas. Por maioria, os clubes solicitaram zerar os cartões amarelos para o retorno da competição. Todos os pleitos serão encaminhados à Comissão Jurídica da FPF para análise.

Deixe um comentário